Cinema em Streaming Episódio #36: Bone Tomahawk (2015)

(O Cinema em Cena precisa de seu apoio para continuar a existir e a produzir conteúdo de forma independente. Para saber como ajudar, basta clicar aqui - só precisamos de alguns minutinhos para explicar. E obrigado desde já pelo clique!)

----------------------------------

Bone Tomahawk (ou Rastro de Maldade, como foi intitulado no Brasil) é um filme que combina elementos clássicos do western e os revitaliza ao submetê-los às convenções do horror e do gore. Impulsionado por um elenco afiadíssimo, este trabalho escrito e dirigido pelo estreante (!) S. Craig Zahler acompanha um grupo de quatro homens (vividos por Kurt Russell, Matthew Fox, Patrick Wilson e Richard Jenkins) que se lança numa missão perigosa para resgatar duas pessoas sequestradas por um bando de canibais - e se normalmente o estereótipo do "selvagem" nativo-americano poderia ser encarado como uma ofensa preconceituosa, o longa escapa desta armadilha ao claramente transformar os vilões em monstros saídos diretamente de uma franquia de terror da década de 80 (embora, sim, inclua toques do Ciclo do Canibalismo Italiano que alcançou relativo sucesso na década de 70).

Gráfico a ponto de se tornar (intencionalmente) divertido, Bone Tomahawk comprova que Russell se mantém um protagonista intenso e carismático aos 64 anos (e seu bigode aqui denuncia que ele já estava no meio da preparação para Os Oito Odiados), que Patrick Wilson é um ator capaz de conferir humanidade aos papéis mais impossíveis, que Matthew Fox vai muito além do Jack de Lost e, principalmente, que Richard Jenkins é um dos maiores presentes do cinema hollywoodiano contemporâneo, sendo uma pena que não tenha recebido indicações a prêmios por sua performance doce, irritante, vulnerável e corajosa nesta produção (notem que, embora encarnando "O Velho", ele é apenas quatro anos mais velho do que Russell).

Injustamente ignorado pelo público e por boa parte da crítica, este é um dos melhores filmes de 2015. 

Clique na imagem abaixo para assistir.

Um grande abraço e bons filmes!

Outras edições da coluna:

Episódio #35: Man vs. Snake: The Long and Twisted Tale of Nibbler
Episódio #34: Assim na Terra como no Inferno
Episódio #33: Desaparecido - Um Grande Mistério
Episódio #32: Leonera
Episódio #31: Possuída
Episódio #30: Viagem à Lua de Júpiter
Episódio #29: The Witness
Episódio #28: I am the Pretty Little Thing that Lives in the House
Episódio #27: The 13th
Episódio #26: Amanda Knox
Episódio #25: Audrie & Daisy
Episódio #24: A Ponta de um Crime
Episódio #23: Cartel Land
Episódio #22: ARQ
Episódio #21: Sete Homens e um Destino
Episódio #20: Alan Partridge: Alpha Papa
Episódio #19: Stranger Things
Episódio #18: Em Nome de Deus
Episódio #17: The Invitation
Episódio #16: A Mulher Faz o Homem
Episódio #15: Branco Sai Preto Fica
Episódio #14: O Rei da Comédia
Episódio #13: Jesus Camp
Episódio #12: O Barco: Inferno no Mar
Episódio #11: A Fortuna de Ned
Episódio #10: Amy
Episódio #09: In the Loop
Episódio #08: Life Itself
Episódio #07: À Procura de Elly
Episódio #06: O Guarda
Episódio #05: Triângulo do Medo
Episódio #04: Tempo de Despertar
Episódio #03: A Trapaça
Episódio #02: Tyke: Elephant Outlaw
Episódio Piloto: 21 longas para começar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Pablo Villaça Colunista

Pablo Villaça, 18 de setembro de 1974, é um crítico cinematográfico brasileiro. É editor do site Cinema em Cena, que criou em 1997, o mais antigo site de cinema no Brasil. Trabalha analisando filmes desde 1994 e colaborou em periódicos nacionais como MovieStar, Sci-Fi News, Sci-Fi Cinema, Replicante e SET. Também é professor de Linguagem e Crítica Cinematográficas.