Colunas Episódio #40: As Duas Faces de um Crime (1996)

(O Cinema em Cena precisa de seu apoio para continuar a existir e a produzir conteúdo de forma independente. Para saber como ajudar, basta clicar aqui - só precisamos de alguns minutinhos para explicar. E obrigado desde já pelo clique!)

----------------------------------

Se a maioria dos atores que tentam construir carreira em Hollywood são obrigados a se esforçar durante anos e anos em pontas sem diálogos e em papeis pequenos, a trajetória de Edward Norton é, neste sentido, atípica: em 1996, depois que Leonardo DiCaprio recusou o convite para atuar em As Duas Faces de um Crime, os responsáveis pelo projeto decidiram fazer testes abertos de elenco a fim de encontrar um jovem intérprete que pudesse viver o importante e difícil papel de Aaron, um rapaz acusado de matar um celebrado membro do clero. Depois de testarem mais de 2000 candidatos, os produtores finalmente se viram impressionados com o desconhecido Norton, que, aos 27 anos de idade, atuava em montagens teatrais em Los Angeles e jamais havia participado de qualquer projeto para o Cinema. O teste do ator foi tão convincente, diga-se de passagem, que antes mesmo de As Duas Faces de um Crime ser lançado Norton já havia sido escalado para Todos Dizem Eu Te Amo e O Povo Contra Larry Flynt, provavelmente se estabelecendo como um dos intérpretes com o melhor ano de estreia da História.

Eu gostaria de poder dizer que divido com Edward Norton o começo impressionante em minha própria área de atuação, mas não seria verdade. E digo isto por um motivo específico: ao decidir transformar esta sua estreia na dica de hoje da Cinema em Streaming, busquei o texto que escrevi em maio de 1998, quando tinha apenas quatro anos de carreira, e fiquei chocado com sua pobreza. Além de ainda levar o Globo de Ouro a sério (pfff), empreguei o termo "edição" quando queria dizer "montagem" e produzi uma crítica literariamente decepcionante. Gosto de acreditar que melhorei um pouco desde então, mas é embaraçoso ver o registro da minha imaturidade profissional ali, exposto no histórico do Cinema em Cena.

Mas já que Edward Norton também tem que conviver com o fato de ter atuado em Morra, Smoochy, Morra, creio que posso sobreviver ao constrangimento.

Clique na imagem abaixo para assistir.

Um grande abraço e bons filmes!

Outras edições da coluna:

Episódio #39: Kung-Fusão
Episódio #38: Entre Nós
Episódio #37: Blue Jay
Episódio #36: Bone Tomahawk
Episódio #35: Man vs. Snake: The Long and Twisted Tale of Nibbler
Episódio #34: Assim na Terra como no Inferno
Episódio #33: Desaparecido - Um Grande Mistério
Episódio #32: Leonera
Episódio #31: Possuída
Episódio #30: Viagem à Lua de Júpiter
Episódio #29: The Witness
Episódio #28: I am the Pretty Little Thing that Lives in the House
Episódio #27: The 13th
Episódio #26: Amanda Knox
Episódio #25: Audrie & Daisy
Episódio #24: A Ponta de um Crime
Episódio #23: Cartel Land
Episódio #22: ARQ
Episódio #21: Sete Homens e um Destino
Episódio #20: Alan Partridge: Alpha Papa
Episódio #19: Stranger Things
Episódio #18: Em Nome de Deus
Episódio #17: The Invitation
Episódio #16: A Mulher Faz o Homem
Episódio #15: Branco Sai Preto Fica
Episódio #14: O Rei da Comédia
Episódio #13: Jesus Camp
Episódio #12: O Barco: Inferno no Mar
Episódio #11: A Fortuna de Ned
Episódio #10: Amy
Episódio #09: In the Loop
Episódio #08: Life Itself
Episódio #07: À Procura de Elly
Episódio #06: O Guarda
Episódio #05: Triângulo do Medo
Episódio #04: Tempo de Despertar
Episódio #03: A Trapaça
Episódio #02: Tyke: Elephant Outlaw
Episódio Piloto: 21 longas para começar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Pablo Villaça Colunista

Pablo Villaça, 18 de setembro de 1974, é um crítico cinematográfico brasileiro. É editor do site Cinema em Cena, que criou em 1997, o mais antigo site de cinema no Brasil. Trabalha analisando filmes desde 1994 e colaborou em periódicos nacionais como MovieStar, Sci-Fi News, Sci-Fi Cinema, Replicante e SET. Também é professor de Linguagem e Crítica Cinematográficas.