Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Cadê Você, Diana Rigg, de 007 - A SERVIÇO SECRETO DE SUA MAJESTADE? E aí, meu irmão, cadê você?

Nesta edição da coluna, vamos relembrar a carreira repleta de escolhas cuidadosas da atriz britânica Diana Rigg, que hoje é conhecida pelas jovens audiências por sua personagem na série Game of Thrones, mas que já passou por vários papéis marcantes, especialmente no final dos anos 60.

Quando Diana tornou-se um sex symbol de sua geração na série Os Vingadores, já havia participado de outras atrações televisivas, como a adaptação da famosa peça de William Shakespeare Sonho de Uma Noite de Verão (1959), que foi o primeiro trabalho de sua carreira. Anos depois, ela voltou a estrelar uma adaptação da mesma peça em A Midsummer Night's Dream (1968), dirigida novamente por Peter Hall. Em 1969, após Sindicato do Crime, foi uma das mais bem sucedidas bond girls em 007 - A Serviço Secreto de Sua Majestade, com George Lazenby, e até hoje é a única a ter se casado oficialmente com James Bond. 

Diana começou bem os anos 70 entre Charlton Heston e Jason Robards em Júlio César (1970), foi uma enfermeira no premiado Hospital (1971), de Arthur Hiller, e destaque no carregado de humor negro As 7 Máscaras da Morte (1973), com Vincent Price. A atriz também interpretou uma personagem homônima na série Diana (uma inglesa que se mudou para Nova York) e largou tudo para virar freira em In This House of Brede (1975).

Ela participou de A Grande Farra dos Muppets (1981), da adaptação de Agatha Christie Assassinato num Dia de Sol (1982), com James Mason, de Rei Lear (1983), foi a Rainha Má em Snow White (1987) e protagonizou a minissérie Mother Love (1989). Na década seguinte, fez Jogos de Conexão (1994), com John Lithgow, Samson and Delilah (1996), com Dennis Hopper, e continuou um nome expressivo na TV britânica em Rebecca (1997), minissérie baseada no romance de Daphne Du Maurier que também inspirou o filme homônimo de Alfred Hitchcock. Nela, Diana teve a chance de contracenar com Charles Dance, o impiedoso Tywin Lannister de Game of Thrones.

Desde então, Diana fez a série The Mrs Bradley Mysteries (1998-2000), o televisivo bíblico No Começo (2000), foi uma baronesa em Victoria & Albert (2001), uma avó no infantil Heidi (2005), com Max von Sydow, e uma madre superiora em O Despertar de Uma Paixão (2006), com Naomi Watts. Mais tarde, estrelou um episódio de Doctor Who com sua filha Rachael Stirling (A Jovem Rainha Victoria) e desde 2013 interpreta Olenna Tyrell, avó de Margaery (Natalie Dormer) em Game of Thrones. Neste ano, já com 77 primaveras vividas, teve energia o bastante para narrar The Honourable Rebel, cinebiografia de Elizabeth Montagu, e dublar a animação Penn Zero: Quase Herói (2015).

--
E você? Conhece Diana Rigg por algum outro papel? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com os amigos!

Sobre o autor:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

E aí, meu irmão, cadê você?
Especial Dia do Rock: ISTO É SPINAL TAP
E aí, meu irmão, cadê você?
Os Batutinhas
E aí, meu irmão, cadê você?
Cadê você, Anna Karina?