Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Especial Dia do Rock: ISTO É SPINAL TAP E aí, meu irmão, cadê você?

Neste 13 de julho, Dia Mundial do Rock, o Cinema em Cena preparou uma coluna especial sobre a carreira e o paradeiro atual dos membros da banda mais querida pelos cinéfilos headbangers: Spinal Tap!

O "mockumentary" do diretor Rob Reiner, Isto é Spinal Tap (1984), resgatou a banda inglesa que não poderia ser esquecida após a primeira aparição em The T.V. Show (1979), programa de humor da emissora ABC em que os músicos tocaram "Rock and Roll Nightmare". Com uma carreira bem construída desde os primórdios dos anos 60 e 70 em “Gimme Some Money” e “(Listen To The) Flower People”, firmando o estilo heavy metal nos anos 80 a partir de “Hell Hole”, flertando com o glam rock em “Big Bottom” e com o folk em “Stonehenge”, a banda era tão verossímil que enganou até mesmo Ozzy Osbourne sobre sua real existência.

Na época, muitos disseram a Reiner que ele poderia ter escolhido uma banda mais famosa para seu “documentário”. Após o filme, os integrantes foram convidados para muitos programas de TV e fizeram turnês, inclusive por Springfield em um episódio de Os Simpsons. Foram ainda relembrados por Reiner em A Spinal Tap Reunion: The 25th Anniversary London Sell-Out (1992) e no curta Spinal Tap: The Final Tour (1998), e "ressuscitados" pelo vídeo Spinal Tap: Back from the Dead (2009), produzido por Karen Murphy.


Rob Reiner (Marty DiBergi, diretor)

Reiner teve sua estreia na direção com dois filmes para TV: Sonny Boy (1974) e Likely Stories, Vol. 1 (1981). Além de Isto É Spinal Tap, ele realizou sucessos consecutivos nos anos 80: A Coisa Certa (1985), comédia bem no início da carreira de John Cusack; Conta Comigo (1986), adaptação do livro de Stephen King que já apareceu em outra edição da coluna; a aventura para toda família A Princesa Prometida (1987) e a comédia romântica Harry & Sally: Feitos um para o Outro (1989).

Na década seguinte, Reiner expandiu suas possibilidades na direção a partir de outra obra de Stephen King, o suspense Louca Obsessão (1990), com James Caan e Kathy Bates. Questão de Honra (1992) trouxe Tom Cruise, Jack Nicholson, Demi Moore e Kevin Bacon em uma trama militar. Quando lançou O Anjo da Guarda (1994), aventura com Elijah Wood, Reiner rendia pouco nas bilheterias até que realizou dois indicados ao Oscar: Meu Querido Presidente (1995) e Fantasmas do Passado (1996), drama com Whoopi Goldberg.

A partir de A História de Nós Dois (1999), com Bruce Willis e Michelle Pfeiffer, o cineasta passou a aparecer com mais frequência em seus filmes, como fez mais tarde em Alex & Emma - Escrevendo Sua História de Amor (2003) e Um Amor de Vizinha (2014). Também são dele Dizem Por Aí... (2005), Antes de Partir (2007), O Primeiro Amor (2010) e O Reencontro (2012). No momento, ele está trabalhando em Being Charlie (2015) e LBJ (2016), com Woody Harrelson interpretando o presidente Lyndon B. Johnson.

​Reiner também atuou em longas como Jogue a Mamãe do Trem (1987), Tiros na Broadway (1994) e Ed TV (1999). Recentemente, viveu o pai de Leonardo DiCaprio em O Lobo de Wall Street (2013)
Reiner também atuou em longas como Jogue a Mamãe do Trem (1987), Tiros na Broadway (1994) e Ed TV (1999). Recentemente, viveu o pai de Leonardo DiCaprio em O Lobo de Wall Street (2013)


Christopher Guest (Nigel Tufnel, guitarrista)

Guest ficou mais conhecido atuando, mas também dirigiu produções como A Grande Comédia (1989), com Kevin Bacon e Jennifer Jason Leigh; Attack of the 50 Ft. Woman (1993), remake de A Mulher de 15 Metros (1958), com Daryl Hannah; Os Quase Heróis (1998), Esperando o Sr Guffman (1996), Best in Show (2000), For Your Consideration (2006) e a série Morton & Hayes (1991), na qual ficou atrás das câmeras ao lado de Rob Reiner. Eugene Levy é o principal parceiro de criação e de atuação de Guest em seus filmes que quase sempre trazem Catherine O'Hara e os colegas do Spinal Tap. Em A Mighty Wind (2003), por exemplo, eles compõem uma banda bem diferente.

Em sua carreira, Guest estrelou Cavalgada dos Proscritos (1980), com David Carradine; A Pequena Loja dos Horrores (1986); Além da Terapia (1987), de Robert Altman, e outros dois longas de Reiner: A Princesa Prometida (1987) e Questão de Honra (1992). Mais tarde, participou de Pequenos Guerreiros (1998) e do indicado ao Oscar Sra. Henderson Apresenta (2005), além das comédias Uma Noite no Museu 2 e O Primeiro Mentiroso, ambas de 2009. Christopher Guest e Jamie Lee Curtis são casados desde 1984.


Michael McKean (David St. Hubbins, vocalista e guitarrista)

McKean começou a carreira com pontas em 1941 - Uma Guerra Muito Louca (1979), de Steven Spielberg, e Carros Usados (1980), de Robert Zemeckis. Protagonizou Médicos Loucos e Apaixonados (1982), fez Os 7 Suspeitos (1985), com Christopher Lloyd, Antes Só do Que Mal Acompanhado (1987), com Steve Martin, e Um Robô em Curto Circuito 2 (1988).

A partir dos anos 90, ele pôde ser visto em vários títulos, entre Memórias de um Homem Invisível (1992), de John Carpenter, Cônicos & Cômicos (1993), Os Cabeça-de-Vento (1994), Jack (1996), de Francis Ford Coppola, Pequenos Guerreiros (1998), Crime Verdadeiro (1999), de Clint Eastwood, Os Produtores (2005), Joshua - O Filho do Mal (2007) e Tudo Pode Dar Certo (2009), de Woody Allen. Atualmente, é parte do elenco principal da série Better Call Saul e estará em Untitled X-Files Revival (2016).


Harry Shearer (Derek Smalls, baixista)

Harry Shearer estreou como ator em pequenas pontas em Bud Abbott e Lou Costello no Planeta Marte (1953), O Manto Sagrado (1953) e na série Alfred Hitchcock Presents (1957). Depois de um hiato nos anos 60, voltou discretamente para as telas em Aeroporto 79 - O Concorde (1979), com Alain Delon, e Os Eleitos - Onde o Futuro Começa (1983), de Philip Kaufman.

Assim como os outros integrantes do grupo, Shearer ficou bons anos no programa Saturday Night Live. Ainda na TV, fez um agente do FBI no piloto de Miami Vice e aparições em Friends, Plantão Médico e Jack & Jill. Como diretor, fez Portrait of a White Marriage (1988), Teddy Bears' Picnic (2002), o documentário The Big Uneasy (2010) e o curta What's with Honey Poo Poo? (2013).

Alguns filmes em que podemos vê-lo, mesmo que de relance, são O Pescador de Ilusões (1991), de Terry Gilliam, Quanto Mais Idiota Melhor 2 (1993), O Casamento do Meu Melhor Amigo (1997), Godzilla (1998), O Show de Truman (1998), Pequenos Guerreiros (sim, os três integrantes dublam bonecos no filme de Joe Dante!), Todas as Garotas do Presidente (1999) e For Your Consideration (2006), do colega Christopher Guest. Ele também protagonizou a série Nixon's the One (2013) como o presidente Richard Nixon.

Talvez você não se lembre com clareza do rosto de Shearer, mas certamente já ouviu muito sua voz. Desde o início da série em 1989, ele dubla vários personagens de Os Simpsons, entre eles Sr. Burns, Ned Flanders, Lenny e Seymour Skinner. Recentemente, os fãs do desenho ficaram abalados quando o ator declarou que não voltaria para as próximas temporadas, mas, felizmente, tudo deu certo no final e um acordo de 300 mil dólares por episódio (!) foi feito com a Fox. 

 

Observação: gostaríamos de relembrar também as carreiras dos bateristas da banda, mas seria trabalhoso demais escrever sobre os mais de 30 músicos que morreram em circunstâncias misteriosas!

Saiba mais sobre o Spinal Tap no nosso podcast dedicado aos Filmes de Bandas e não deixe de aumentar seu volume até 11 para escutar a excelente "Tonight I'm Gonna Rock You Tonight"!

--
E você? Também é fã do Spinal Tap? Deixe seu comentário abaixo!

Sobre o autor:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

E aí, meu irmão, cadê você?
O casal de LOVE STORY - UMA HISTÓRIA DE AMOR
E aí, meu irmão, cadê você?
Cadê Você, Gene Wilder?
E aí, meu irmão, cadê você?
Os garotos de CONTA COMIGO