Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Cadê você, Cathy Moriarty, de TOURO INDOMÁVEL? E aí, meu irmão, cadê você?

A nova-iorquina Cathy Moriarty, que já atuava em teatros locais durante o colegial, graduou-se no ensino médio na mesma época em que viveu Vickie La Motta, a jovem esposa de Jake LaMotta em Touro Indomável (1980). O papel lhe rendeu indicações ao Oscar, ao BAFTA, ao Globo de Ouro e muito aprendizado: “Não se trata apenas de decorar as falas do roteiro (...) Robert De Niro me ensinou a ouvir e a ser parte da conversa. Ele e o diretor Martin Scorsese foram muito carinhosos e cuidadosos e eu sempre serei grata pela oportunidade”.

É uma pena que após começar sua carreira cinematográfica com o pé direito Cathy tenha enfrentado uma maré de azar pessoal e profissional. Talvez sua trajetória fosse mais memorável sem as duras críticas a Estranhos Vizinhos (1981), com John Belushi, e os ciúmes de seu primeiro marido, empresário que omitia reuniões importantes e a possibilidade de novos papéis.

Em 1982, ela sofreu um acidente de carro quase fatal e a consequente reabilitação a afastou das telas até o suspense O Maníaco do Olho Branco (1987), de Donald Cammell. Apesar de o diretor ser resistente aos improvisos da atriz, eles uniriam forças com Marlon Brando em um novo projeto intitulado Jericho, mas a produção foi abortada dias antes do início das filmagens. Cathy foi substituída por Meg Tilly em Chave do Enigma (1990), sequência do clássico Chinatown (1974), e suas cenas em Unidos Pelo Sangue (1991), estreia de Sean Penn na direção, foram cortadas da versão final.

Em compensação, depois de interpretar uma mãe em Um Tira no Jardim de Infância (1990), com Arnold Schwarzenegger, ela garantiu bons momentos para a plateia em Segredos de uma Novela (1991), entre eles um hilário chilique possessivo diante de Robert Downey Jr.

Cathy segurou as mãos de Antonio Banderas em Os Reis do Mambo (1992), parodiou filmes de insetos gigantes em Matinee - Uma Sessão Muito Louca (1993) e obteve mais visibilidade em Gasparzinho, o Fantasminha Camarada (1995) do que na série humorística Bless This House.

Nos próximos anos, Cathy fez Rebeldes (1996) com uma jovem Angelina Jolie e esbarrou novamente com Robert De Niro em Cop Land: A Cidade dos Tiras (1997), encontrando o ator mais tarde em A Máfia Volta ao Divã (2002).

A atriz trabalhou com o cineasta Sidney Lumet em Glória (1999) e comandou líderes de torcida em Nunca Fui Santa (1999), além de ter sido dirigida por Banderas em Loucos do Alabama (1999) e ter estrelado O Príncipe de Central Park (2000) com Harvey Keitel. Recém-casada, saiu na Playboy, ajudou o FBI a caçar serial killers em Red Team (2000) e emprestou sua rouca voz para a animação A Dama e o Vagabundo II: As Aventuras de Banzé (2001).

A maternidade minou seus papéis e após outro hiato de quase dez anos, Cathy voltou a atuar na comédia Caçador de Recompensas (2010), com Jennifer Aniston e Gerard Butler. Foi uma enfermeira em 1320 (2011), uma cínica garçonete em O Duplo (2013) e recebeu um troféu no Williamsburg Independent Film Festival pelo curta Tammy (2013).

Participou também de Roubo a Máfia (2014), com Andy Garcia, do curta The Story of Milo & Annie (2014) e do terror A Cry from Within (2014). No momento, está creditada no prometido para este ano I Do, I Do, com Whoopi Goldberg, além do curta policial Oiled Up (2016), com Eric Roberts.

--
E você? Conhece a atriz por algum outro papel? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com os amigos!

Sobre o autor:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

E aí, meu irmão, cadê você?
Cadê você, Cybill Shepherd?
E aí, meu irmão, cadê você?
Cade você, Brigitte Bardot?
E aí, meu irmão, cadê você?
O elenco de LOUCADEMIA DE POLÍCIA - 2ª parte