Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Cena Geek Review: Sébastien Loeb Rally Evo Cena Geek

Sébastien Loeb Rally Evo é o título dos gêneros de corrida que traz o nome de um dos maiores pilotos de rally como o protagonista para as novas plataformas. O jogo traz a abordagem específica que o gênero solicita e exigirá paciência dos mais fanáticos por rally.

 

Por carregar um nome de tamanha importância, a Milestone desenvolvedora de Sébastien Loeb Rally, tinha um grande compromisso em apresentar um jogo equivalente, sobretudo para os fãs da modalidade. Porém o título desaponta em diversos aspectos, mesmo com um imenso conteúdo disponibilizado para o jogador.

 

 

Primeiramente, se você está em busca de variedade de pistas, carros e desafios, S.Loeb Rally reúne uma quantidade considerável para os jogadores. O jogo inicia com quase todos os carros bloqueados e no modo carreira oferece desafios no padrão do gênero, mas o instiga a sair de um mero aspirante de rally para um competidor digno do maior campeão da modalidade. Para motivar ainda mais, o modo “Loeb Experience”, conta com entrevistas e grandes corridas feitas pelo piloto. São permitidos que o jogador tente reproduzí-las com os veículos usados por ele. Desde que consiga, os carros ficarão a disposição para outros modos. Tal conteúdo fomenta uma imensa vontade no usuário, com toda a atmosfera da corrida de rally, descrições detalhadas por Sébastien Loeb das etapas e concorrentes que ele já experimentou, são como um prêmio para o jogador e fãs.

 

 

No entanto quando chegamos no assunto gameplay, tudo se complica. Há diversos fatores que prejudicam muito a experiência. A primeira delas é não sentir que o carro é veloz. Por consenso, imaginamos rally como algo insano, extremamente dinâmico, já que é preciso se administrar diferentes aspectos da pista, carro e desempenho. Rapidez com todos esses elementos reunidos tornam o rally emocionante e a Milestone falha neste quesito quando tenta trazer isso para o seu gameplay. É frustrante “pisar fundo” e não sentir que seu carro o acompanha. Quando deixamos a câmera posicionada dentro do seu cockpit, há uma calma irritante. Não há sensação de estar em um rally. O jogo não entrega de uma forma geral, uma ação necessária.

Para este caso, também agregaria o fato de Sébastien Loeb apresentar uma trilha vazia. Desde o ruído dos motores até as ouvidas durante as corridas. Mas para alguns que preferem menos batidas eletrônicas, ela poderá funcionar muito bem.

Outro problema percebido, é que para se apostar no mercado desta geração, o jogo precisa contar com gráficos comparáveis a de seus principais concorrentes. Sébastien Loeb Rally consegue trazer no máximo gráficos para geração anterior e em alguns momentos alguns problemas de framerate.

 

 

A engine compensa quando pensamos em física e no desgaste do carro utilizado para as corridas. Talvez por este fato e por chegar próximo do que é considerado realista, a engine prejudica a emoção do gameplay.

Encontra-se uma coerência entre modelo escolhido, desgaste dos pneus e centro de gravidade do carro. Também não há prejuízo para o jogador iniciante nas corridas. Há sempre um desafio com controle apropriado para diversos níveis necessários. O objetivo é claro desde o momento do tutorial até as primeiras corridas: fazer os percursos em menos tempo.

Há um destaque interessante, sobretudo para novatos, onde é possível que o jogador - com certa limitação - volte alguns segundos atrás durante a corrida, podendo acertar deslizes comentidos.

O jogo também conta com um modo multiplayer online, onde é permitido competir nas pistas com outros jogadores.Mas para isso é preciso cadastrar seu nome com a Milestone, o que poderá levar algum tempo. Bem indesejado para os jogos atuais, mas de uma forma geral, apresenta uma boa corrida online, consistente com outros jogos concorrentes.

 

 

Sébastian Loeb Rally Evo é o melhor jogo da Milestone para rally até o momento, contando com horas de conteúdo e extras sobre o piloto que dá nome ao jogo. Porém, oferece pouco conteúdo novo para este segmento de jogos. Há uma tentativa de agradar jogadores mais hardcores, com muita otimização dos controles para volante e pedais, mas perde a grande maioria do público.

Deixa a desejar sobretudo no principal quesito, a experiência. O jogador nunca se sentirá realmente incluído em um rally, há uma qualidade técnica razoável, mas nenhuma entrega emocionante.

 

 

Sobre o autor:

Nascida no Rio de Janeiro, está em São Paulo há 5 anos e recentemente se formou em Game Design. Apaixonada pelo mundo dos games, desde pequena era considerada a nerd e geek.

Aqui no Cena Geek escreverá sempre sobre notícias desses universos, abordando também tecnologia, fatos interessantes sobre jogos e assim por diante.

Colabora em paralelo para os sites Meia Lua Para Frente Soco e FreakPop com a coluna "Pensando com Portais", focada em jogos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

Cena Geek
Cena Geek Review: DiRT RALLY
Cena Geek
Cena Geek Review: Dead Island Definitive Collection
Cena Geek
Cena Geek jogou o beta de Overwatch. Confira!