Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Semana(s) em Streaming #22 Cinema em Streaming

Algumas questões pessoais me deixaram ausente deste espaço, o que ainda deve ocorrer por um tempo, mas tentarei retornar aos poucos. Enquanto isso, um apanhado do que entrou de mais interessante nos streamings nas últimas semanas:

  • Primeiro, vamos aos serviços gratuitos: nunca é demais lembrar que o Sesc Digital tem novidades em sua plataforma toda quinta-feira, com tempo limitado. Estão em alta definição e é só dar play no que deseja, sem necessidade de cadastro. O melhor é sempre priorizar o que está para sair, então se você nunca viu, só fica por mais dois dias (até 14 de agosto) o muito simpático documentário nacional Vou Rifar Meu Coração (2012), de Ana Rieper, sobre esse gênero musical romântico popularmente conhecido como brega, a partir de histórias de amor contadas por pessoas comuns e dos artistas que se destacaram com músicas de sucesso como Amado Batista, Odair José e Wando. É curto e delicioso; por uma semana a mais (até 21 de agosto), está disponível o belo Visita ou Memórias e Confissões (1982), filme-testamento do português Manoel de Oliveira, realizado quando o cineasta tinha 74 anos mas na condição de ser lançado apenas após a sua morte - o que viria acontecer 33 anos depois, tendo feito filmes até o fim, aos 107 anos de vida; também até esta data, um drama gay intenso e de muita sensibilidade, o pouco conhecido e visto Deixe a Luz Acesa (2012), de Ira Sachs, considerado um dos dez melhores filmes de 2012 pela prestigiada Cahiers du Cinéma; e até o fim do mês, 29 de agosto, é possível ver alguns clássicos do horror de épocas diferentes: o alemão O Gabinete do Dr. Caligari (1920), dos maiores representantes do expressionismo alemão, o inglês Drácula - O Vampiro da Noite (1958), com o famoso personagem imortalizado pelo ator Christopher Lee, e os americanos “B” A Invasão dos Discos Voadores (1956) e A Pequena Loja dos Horrores (1960), este último de Roger Corman, um dos cineastas mais influentes para a Hollywood que se configurava na década de 60, e que traz uma ponta marcante de um ator que também entraria para a história, um jovem e novato Jack Nicholson. Nada disso lhe interessa? Com um pouco mais de tempo na plataforma (até 14 de setembro), estão Cabra Marcado Para Morrer (1984), apenas um dos maiores filmes brasileiros já feitos, o drama polonês de sucesso de crítica Guerra Fria (2018) e o francês Piaf - Um Hino ao Amor (2007), que deu o Oscar de Melhor Atriz a Marion Cotillard e que está sumido das demais plataformas de streaming (conforme a lista de vencedoras do prêmio que destaquei aqui).