Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Como não fazer uma entrevista Clube dos Cinco

Quando vamos enviar um dos nossos redatores para fazer uma entrevista, temos uma série de vídeos que exibimos para eles para que aprendam como não fazer uma entrevista e coisas que podem acontecer quando se cutuca uma onça com vara curta. Decidimos dividir com você, leitor, as nossas escolhas de melhores entrevistas que deram errado.

Matt Damon, por Heitor Valadão

A mãe do ator Matt Damon é professora. Ele participou do SOS (Save Our Schools) March, um evento para defender o direito dos professores a terem tenure, uma espécie de estabilidade de emprego garantida. Ou seja, o professor não pode ser demitido sem motivo justo. O governo queria que professores fossem demitidos baseado nos resultados de exames dos aluno. Um site chamado Reason TV consegue entrevistar o ator e começa a contestar os argumentos do ator, até que o próprio cameraman decide entrar na conversa. "Mas 10% dos professores são ruins, 10% das pessoas de qualquer profissão deveriam pensar em fazer outra coisa". E é aí que o cameraman coloca seu próprio emprego em risco.

"Talvez você seja uma m*rda de cameraman, eu não sei."

John Cusack, por Larissa Padron

É normal que vez ou outra ocorra alguma gafe durante uma entrevista, afinal, nós repórteres também somos meros mortais, suscetíveis ao erro, não é mesmo? Mas a jovem repórter desse vídeo demonstrou que nem uma pequena pesquisa - algo que 5 minutos do IMDB resolveria - sobre seu entrevistado John Cusack (no lançamento de Nossa Vida Sem Grace) foi feita.

Logo no começo da entrevista, naquele claro momento de tentativa de descontração, para quebrar o gelo, ela cria um momento muito constrangedor ao insinuar que John Cusack seria o protagonista de Beleza Americana, que na verdade é protagonizado por Kevin Spacey! Não dá para imaginar o motivo da confusão, já que Cusack e Spacey nem parecidos são, o ator não fez nem ao menos uma ponta em Beleza Americana, além de Spacey ter recebido muito destaque no papel de Lester Burnham no filme, tanto que lhe rendeu um Oscar de melhor ator. Como se não bastasse o erro, a entrevistadora ainda insiste em perguntar se Cusack tem certeza que ele não estava em Beleza Americana. Resultado: desastre total. O título do vídeo não poderia ser melhor: como NÃO começar uma entrevista!


Entrevistadora: Como você está?
John Cusack: É bom te ver!
Entrevistadora: É muito bom te conhecer!
John Cusack: Para mim também, o prazer é meu!
Entrevistadora: É engraçado, eu estava avisando meus amigos, porque eu estou perdendo aula agora...
John Cusack: Você está?
Entrevistadora: É, minha aula de cinema, e é tão engraçado, porque eles estão assistindo Beleza Americana hoje, e analisando.
John Cusack: Beleza Americana... O que tem de engraçado nisso?
Entrevistadora: Você está nele!
John Cusack: Não, não estou!
Entrevistadora: Beleza Americana?
John Cusack: Não!
Entrevistadora: Qual é aquele com as pétalas de rosa?
John Cusack: Eu não estou naquele.
Entrevistadora: Não é você?
John Cusack: Não!
Entrevistadora: Sério?
John Cusack: Não!
Entrevistadora: Sério??
John Cusack: Juro por Deus!
Entrevistadora: Eu estou muito confusa...
John Cusack: Eu acho que você está!


Mel Gibson, por Heitor Valadão

Mel Gibson passou por um período ingrato em sua carreira nos últimos anos. Problemas com a bebida, declarações preconceituosas, divórcios e gravações telefônicas gravadas que o colocam como um verdadeiro canalha. Durante a divulgação de O Fim da Escuridão, todo repórter queria saber de Gibson o que ele tinha a dizer sobre tudo isso. O ator sempre se esquivava das perguntas, muitas vezes com paciência e educação. Mas alguns repórteres, como Dean Richards da WGN TV, insistem... e insistem... e após uma longa entrevista dada de manhã bem cedo, na hora de cortar a comunicação, no último segundo possível, Gibson resolve finalmente dar o troco.

"C*zão".

Bjork, por Túllio Dias

Em 1996, a cantora e atriz Bjork mostrou que mesmo os islandeses podem ter o sangue quente. Após um longo voo para a Tailândia, a artista perdeu a compostura e agrediu uma jornalista que a esperava no aeroporto. Foi só ouvir um "welcome to Bangkok" que a cantora avançou furiosamente em cima da repórter, que tentou se defender batendo o microfone na cabeça de Bjork.


A protagonista de Dançando no Escuro, de Lars Von Trier, declarou que a repórter havia colocado o microfone na cara de seu filho de dez anos e que isso a teria incomodado e motivado o ataque. Já a gravadora revelou que a mesma repórter estava incomodando a cantora durante quatro dias seguidos até finalmente se encontrarem no aeroporto. Bjork escapou de um processo após pedir desculpas publicamente para a sua "vítima".

Tom Cruise, por Heitor Valadão

Quando você é Tom Cruise, ninguém vai folgar com você, certo? Não exatamente. Quando um "repórter" resolveu pregar uma peça em um dos maiores astros do mundo na premiére de Guerra dos Mundos, Cruise não perdoou. Mantendo a calma e a firmeza como se tratasse um adolescente mimado, Cruise fez questão de constranger seu "agressor" a ponto de ignorar todo o resto do evento à sua volta.


"Você é um babaca".

Sobre o autor:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

Clube dos Cinco
Cinco papéis inusitados do início da carreira de Arnold Schwarzenegger
Clube dos Cinco
Cinco invenções cinematográficas que gostaríamos de ter
Clube dos Cinco
Cinco “mockumentários” que merecem destaque