Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Videoclipes de espionagem (ou quase) Cineclipado

Aproveitando a estreia de Sherlock Holmes – O Jogo de Sombras, de Guy Ritchie, e O Espião Que Sabia Demais, de Tomas Alfredson, esta edição do Cineclipado fará um breve apanhado com alguns videoclipes que fazem referências a algumas das histórias de espionagem do cinema.

O Beastie Boys já virou arroz de festa na coluna, mas como ignorar o trabalho do trio norte-americano que é amigão do Spike Jonze? Aliás, a primeira opção era o vídeo de “Sabotage”, dirigido por Jonze, mas trata-se de uma paródia de histórias policiais, e não de espionagem. Ao contrário do clipe de “Body Movin’”, que é uma paródia do longa-metragem italiano Danger: Diabolik, de Mario Bava.

No ano 2000, o Metallica foi convidado para participar da trilha sonora de Missão: Impossível 2, de John Woo. A banda de James Hetfield aceitou o desafio e logo filmou o vídeo de “I Disappear”, com direção de Wayne Isham, que trabalhou com a banda em diversos outros clipes. Misturando cenas que fazem referências a outros clássicos do cinema (como Intriga Internacional e Duro de Matar, por exemplo) com sequências de Tom Cruise escalando uma montanha, a canção marca também a despedida do baixista Jason Newsted da banda.

A comédia Sr. e Sra. Smith, estrelada pelo casal “Brangelina”, ganhou uma paródia no mundo da música nas mãos de Matt Weisz, responsável por dirigir o clipe de “The Walk”, do cantor Mayer Hawthorne. O violento vídeo reencena algumas das cenas do filme de espionagem mais romântico dos últimos tempos. Afinal de contas, será que existe uma representação melhor da ideia de casamento do que aquele jogo de guerra entre Brad Pitt e Angelina Jolie? Claro que existe, mas certamente não renderia um entretenimento tão divertido.

Já que estamos falando de paródias, é preciso relembrar a hilária abertura de Duro de Espiar (uma comédia que abala profundamente a forma de assistir aos filmes de James Bond) com a canção “Spy Hard”, de Weird Al Yancovic, especialista em criar vídeos de paródias de canções famosas.

Com o sucesso de Austin Powers: Um Espião Nada Discreto, em 1997, não demorou muito para que uma continuação fosse lançada. Dois anos depois da estreia do filme original, a continuação O Agente ‘Bond’ Cama chegou aos cinemas. Dentre as várias piadas infames e as presenças de Elizabeth Hurley e Heather Graham, o que ficou na memória foi a canção “Beautiful Stranger”, da Madonna. Escrita especialmente para a produção, a música ganhou um clipe dirigido por Brett Ratner (Roubo nas Alturas).


Além de participar da paródia, Madonna também participou da trilha sonora de 007 – Um Novo Dia Para Morrer, de 2002. A faixa “Die Another Day” acabou sendo uma das canções de James Bond mais lucrativas desde “A View to Kill”, do Duran Duran. E já que estamos falando do espião mais famoso do cinema, vale a lembrança de “The World Is Not Enough”, do Garbage.

Nada melhor que ter uma fã famosa. Pelo menos deve ser isso que Brandon Flowers pensou quando Charlize Theron aceitou participar do clipe de “Crossfire”, dirigido por Nash Edgerton (sim, ele é irmão de Joel Edgerton, de Guerreiro). A atriz é fã assumida do The Killers, a banda na qual Flowers é o vocalista, e resolveu mostrar todos seus músculos como uma agente secreta durona que precisa liquidar todos os inimigos possíveis para resgatar o indefeso Flowers e seu bigode.

Você pode dizer: “Mas espere aí, quem foi que disse que a Charlize Theron é uma agente secreta? Ela está mais para ninja do amor que qualquer outra coisa”. E a resposta seria apenas uma: isso realmente importa?

Menção honrosa para o vídeo de “Toxic”, de Britney Spears, que mostra a cantora como a verdadeira mestra dos disfarces, para dizer o mínimo.

Sobre o autor:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

Cineclipado
Nash Edgerton dirige novo clipe de Bob Dylan
Cineclipado
Ator de TRAINSPOTTING estreia projeto musical com videoclipe
Cineclipado
Adele é dirigida por Xavier Dolan no clipe de HELLO