Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Os melhores momentos do cinema nos videoclipes em 2011 Cineclipado

Final de ano é sempre a mesma coisa. Todos os sites resolvem fazer uma seleção dos grandes destaques do ano, criando várias listas com os melhores disso ou daquilo. Nós, do Cinema em Cena, gravamos dois podcasts especiais sobre o tema (e eu espero que vocês já tenham ouvido, pois ficaram bem divertidos) e também preparamos uma seleção com os cartazes mais interessantes da temporada. Então, por que não falar sobre os grandes destaques do mundo dos videosclipes que tenham relação com o cinema?

Pensando nisso, o último Cineclipado do ano mostra uma pequena seleção com alguns dos destaques de 2011. Preparem as suas playlists:

10 – “Otis” - Kanye West & Jay-Z, de Spike Jonze

Mesmo para quem não acompanha rap ou hip hop foi impossível ignorar o resultado da parceria entre os dois gigantes do estilo. O disco Watch the Throne surpreendeu como um dos lançamentos mais bem-sucedidos de 2011, e o clipe da música "Otis" foi dirigido por ninguém menos que Spike Jonze (Quero Ser John Malkovich, Onde Vivem os Monstros). A música usa um sampler de "Try a Little Tenderness", de Otis Redding, como base para os dois rappers liberarem seus versos. O clipe é nada mais que Kanye West e Jay-Z se divertindo com um carro de fazer inveja ao Vin Diesel e a turma da série Velozes e Furiosos.


9 – “Crystallized” – Bjork, de Michel Gondry

Michel Gondry (Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças) retoma sua parceria com Bjork e o resultado não poderia ser menos que mais um show de imagens que casam perfeitamente com as viagens sonoras propostas pela cantora islandesa.

Bjork volta ao Brasil em maio de 2012, com a turnê do disco Biophillia.

 
8 – “Born Villain” – Marilyn Manson, de Shia LaBeouf

Se você não for uma pessoa corajosa ou tiver estômago fraco, fuja deste vídeo. Marilyn Manson tem o hábito de lançar clipes grotescos e estranhos, mas o surpreendente é constatar que o de “Born Villain” é dirigido por Shia LaBeouf, o protagonista da franquia Transformers.

O vídeo é recheado de referências ao filme O Cão Andaluz, de Luiz Buñuel, ao livro Macbeth, de William Shakespeare, e também na teologia. Todas essas combinações geram várias sequências bizarras que são desaconselhadas para menores de 18 anos.

7 – “Make Some Noise” – Beastie Boys, de MCA

O clipe é nada mais que uma continuação do vídeo de “Fight For Your Right”, um dos grandes sucessos da carreira do trio. O clipe coloca Seth Rogen, Elijah Wood e Danny McBride no papel dos Beastie Boys e ainda inclui a participação de muitos atores conhecidos de Hollywood, como Will Ferrell, John C. Reilly, Stanley Tucci, Orlando Bloom, entre outros. 

Existem duas versões do vídeo. Uma delas é um curta-metragem de meia hora de duração e você pode conferi-lo clicando aqui.  Divirta-se com o caos e a anarquia que o trio libera pelas ruas da cidade.

6 – “Sprawl II (Mountains Beyond Mountains)” - Arcade Fire, de Vincent Morisset

Antes de 2011, os canadenses do Arcade Fire eram apenas mais uma banda alternativa de rock que o grande público praticamente ignorava. Tudo mudou após o sucesso do disco The Suburbs, lançado em 2010, e dos vários prêmios obtidos durante o Grammy 2011. A banda passou a ter reconhecimento de uma parcela maior do público, além de receber o status de uma das maiores da atualidade.

O Arcade Fire trabalhou recentemente com Spike Jonze, que contou com a parceria da banda durante as filmagens do curta-metragem Scenes From Suburbs. O filme rendeu o primeiro clipe do álbum, a bela faixa "The Suburbs", mas isso já é assunto ultrapassado. O Arcade Fire está na nossa lista de destaques de 2011 por ter sido a grande banda do ano e por conta do clipe de "Sprawl II (Mountains Beyond Mountains)", dirigido pelo cineasta Vincent Morisset, que lançou recentemente o documentário Inni, sobre a banda Sigur Rós.

Confira também a versão interativa do clipe - clique aqui.

5 – “Don't Play No Game That I Can't Win” - Beastie Boys, de Spike Jonze

Jonze pode ter lançado apenas três filmes em sua carreira como cineasta, mas ele certamente é um dos nomes mais criativos do cinema moderno. O curta-metragem de 11 minutos produzido para a faixa "Don't Play No Game That i Can't Win" consegue misturar o Yeti (também conhecido como o Abominável Homem das Neves), os filmes Zumbis na Neve (produção norueguesa em que um grupo de amigos tem que lidar com zumbis nazistas... na neve), Tubarão e Caçada ao Outubro Vermelho, dentre várias outras referências. O resultado é hilário e garante a segunda menção ao diretor nesta lista.


4 – “The Greeks” - Is Tropical, de Megaforce

Sabe aquele seu tio chato e careta que vive dizendo que os videogames influenciam negativamente o amadurecimento das crianças? Se ele assistisse ao vídeo de "The Greeks", da banda Is Tropical, a primeira coisa que ele diria seria: "Eu tinha razão." O divertido clipe parece ter saído diretamente de uma mistura do excesso de sangue presente nas produções de Quentin Tarantino com o clima de tensão do game Call of Duty. Imperdível.

3 – “Walk” – Foo Fighters, de Sam Jones

Se há uma banda que se deu bem em 2011, foram os Foo Fighters. O aclamado disco Wasting Light superou as expectativas do público, da crítica e, provavelmente, até do próprio grupo. Para comemorar o lançamento do novo álbum, Dave Grohl e companhia aproveitaram a oportunidade para divulgar um documentário sobre a história da banda. Foo Fighters: Back and Forth, de James Moll, mostrou os bastidores de tudo que aconteceu durante os 16 anos de carreira da banda.

O vídeo de “Walk”, que inclusive é trilha sonora do filme Thor, já apareceu nas páginas do Cinema em Cena antes, mas não custa repetir: trata-se de uma paródia em que o diretor Sam Jones e os músicos provam que os remakes podem ser muito bem-vindos, desde que em formato de paródia. No caso, o clipe faz uma pequena homenagem ao longa-metragem Um Dia de Fúria, de Joel Schumacher, estrelado por Michael Douglas.   

2 – “Lonely Boy” – The Black Keys, de Jesse Dylan

Parece que 2011 ficou marcado como o ano em que os vídeos musicais resolveram testar a moral de certas pessoas. O segundo lugar da nossa lista de destaques ficou com o clipe de “Lonely Boy”, o primeiro single do aguardado El Camino, novo disco da banda The Black Keys.

Jesse Dylan (sim, ele é filho do Bob) dirigiu o clipe e colocou o ator Derrick T. Tuggle para imitar os passos de John Travolta em Pulp Fiction e Os Embalos de Sábado a Noite, dentre outras referências. O ator finalizou a gravação/dança em um único take e o vídeo acabou se tornando um dos virais mais famosos do ano. Imperdível.

Para quem não sabe, o Dylan filho também dirigiu a comédia American Pie – O Casamento.

1 – “Lotus Flower” - Radiohead, de Garth Jennings

O cineasta Garth Jennings lançou O Guia do Mochileiro das Galáxias, em 2005. De lá pra cá, dirigiu apenas a comédia O Filho de Rambow, dois anos depois. Seu trabalho é mais reconhecido no campo dos videoclipes, onde dirigiu "Coffee and TV", do Blur, "Lost Cause", do Beck, entre outros. Em 2011, aproveitando o lançamento de King of Limbs, o diretor foi convidado pelo Radiohead para comandar o clipe do single "Lotus Flower".

Se fosse qualquer outra pessoa, o vocalista dançarino teria pagado um mico histórico e arrancado risadas estridentes do público, mas trata-se de Thom Yorke, um sujeito estranho e muito respeitado. Tão respeitado que dançou (ou se mexeu) sozinho por mais de cinco minutos. A dança virou sucesso nas baladas alternativas de algumas cidades, com direito a imitações ainda mais peculiares que a versão original. Yorke cria tendências não apenas com suas composições, mas também no comportamento de seus fãs.

Jennings havia trabalhado com o Radiohead nos vídeos de "Nude" e "Jigsaw Falling Into Pieces", ambas do álbum In Rainbows, de 2007.

Menção honrosa para o clipe oficial da cover que Karen O, Atticus Ross e Trent Reznor fizeram de “Immigrant Song”, do Led Zeppelin. A canção faz parte de Millenium – Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, de David Fincher. A produção entrará em cartaz nos cinemas brasileiros em janeiro.

Um feliz 2012 para todos!

Sobre o autor:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

Cineclipado
Pharrell Williams, Edgar Wright e Spike Lee
Cineclipado
Veja clipe da banda Sonic Youth dirigido por Harmony Korine
Cineclipado
Richard Ayoade, de O DUPLO, dirige um dos surreais mini-clipes do RADIOHEAD