Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

As transformações em efeitos visuais nos videoclipes e no cinema Cineclipado

O tema do Cineclipado desta semana é um pouco diferente do normal. Aproveitando o aniversário do site (14 anos comemorados no último dia 14 de outubro) e o lançamento do novo (e aguardado) Cinema em Cena, nós resolvemos criar um pacote especial com o tema "transformação". Foi assim no Podcast #11, na edição mais recente do Clube dos Cinco, e não poderia ser diferente aqui.

Os clipes musicais foram o cartão de visitas de vários nomes famosos do cinema, como David Fincher, por exemplo, e também eram o local perfeito para algumas experimentações de novos efeitos especiais. Um desses efeitos é o chamado morph, que é nada mais que a transformação de uma pessoa em outra ou em alguma coisa. O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final, de James Cameron, na época um dos filmes mais caros já produzidos, utilizou bastante o recurso ao retratar as transformações do personagem T-1000 (Robert Patrick). A experiência de Cameron aconteceu quase ao mesmo tempo que Michael Jackson resolvia continuar buscando se superar a cada clipe e lançava "Black or White", um de seus singles de maior sucesso até hoje.

John Landis já havia trabalhado com Jackson em "Thriller", que é considerado até hoje como um dos principais clipes musicais de todos os tempos, e foi convidado para dirigir "Black or White". Além dos tradicionais números musicais e de gastar sem dó com locações e efeitos especiais, o clipe se encerrava com uma curiosa sequência em que várias pessoas começam a se transformar umas nas outras, independente da etnia ou cor da pele. Logo depois, surgia uma pantera caminhando pelos estúdios e o público descobria que se tratava do próprio cantor.

 

Falar de efeitos especiais e videoclipes e deixar de lado o trabalho de Michel Gondry seria um equívoco sem perdão. O cineasta responsável por Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças praticamente foi um dos criadores do recurso bullet-time, popularizado em Matrix, dos irmãos Wachowski, em 1999. No vídeo de "Like a Rolling Stone", dos Rolling Stones, em 1995, ele já usava o recurso.

Suas parcerias com a cantora Bjork sempre renderam resultados incríveis, onde a técnica é misturada com belos elementos gráficos e o mundo surreal que existe na cabeça do diretor. "Hyperballad" e "Joga" são bons exemplos da capacidade de Gondry em aproveitar os recursos disponíveis. Mas estamos falando de transformações e a Bjork também lançou um vídeo incrível para "Hunter", onde ela se transforma lentamente em um grande urso. Qualquer semelhança com os bichinhos daquela campanha publicitária famosa da Parmalat é mera coincidência.

Mais impressionante que a transformação de Bjork, é a do protagonista do vídeo de "Butterfly Caught", do Massive Attack. David Cronenberg ficaria orgulhoso do resultado dessa mudança do homem para uma mosca, ainda que numa escala bem menor do que a intepretada por Jeff Goldblum em A Mosca.

Um outro clipe que fez muito sucesso na televisão e que até hoje é considerado como referência na hora de criar listas dos clipes mais influentes da história é "Sledgehammer", do cantor Peter Gabriel. A prova desse sucesso é que desde 1987 nenhum outro clipe conseguiu levar para casa nove prêmios no MTV Video Music Awards.

Ainda que os recursos de stop-motion e clay animation já tivessem sido utilizados em vídeos anteriores, foi com "Sledgehammer" que todas as atenções se concentraram no trabalho realizado por Stephen Johnson e sua equipe. Mesmo que a qualidade dos efeitos especiais tenha evoluído muito desde o lançamento do clipe, o que o torna especial é justamente a sua criatividade, que rendeu um dos clipes mais assistidos na MTV.

E por último, mas não menos importante - aliás, talvez seja um dos clipes mais interessantes dessa seleção - temos "Right Here, Right Now", do DJ Fatboy Slim. Poucas vezes o processo de evolução foi tão bem retratado no mundo da música. Tudo isso em pouco menos de quatro minutos. Darwin aplaudiria de pé.

Sobre o autor:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

Cineclipado
Paul Thomas Anderson dirige novo clipe de Joanna Newsom
Cineclipado
Radiohead ganha vídeo do diretor de 'All These Sleepless Nights'
Cineclipado
WRITING'S ON THE WALL tem trechos inéditos de 007 CONTRA SPECTRE