Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

90 DIAS COM CATRA Curta em Cena

Ainda que o funk carioca ainda seja considerado como um subgênero musical por boa parte dos especialistas musicais, negar o impacto cultural do movimento seria um grande equívoco. Produzido em 2010 como um piloto para um programa de televisão, o documentário 90 Dias com Catra se transformou em um hit no YouTube e mostrou uma faceta desconhecida um dos principais funkeiros brasileiros.

De acordo com depoimentos do vídeo, Catra fala quatro idiomas e é formado em direito.  Várias das mulheres do cantor aparecem ao longo do vídeo, todas concordando no quanto o funkeiro é atencioso com sua família. Aliás, podemos afirmar que 90 Dias com Catra é um filme feito para mostrar o lado humano de um homem mais conhecido por suas canções nada convencionais. E por mais surpreendente que possa parecer, ele consegue humanizar o “mito” em torno do chamado “rei da putaria”.

Uma das cenas mais interessantes é quando o funkeiro se esforça para lembrar os nomes dos seus 19 filhos. “Vinte filhos é o que ele diz, é o que ele sabe. E os que ele não sabe?”, comenta uma das mulheres de Catra. Curioso é o depoimento de um dos filhos, que revela ser fã do pai antes mesmo de saber que era filho dele.

Em aproximadamente meia hora de duração, o espectador é apresentado ao mundo do autor de “Adultério” (que é uma paródia do hit “Tédio”, do Biquíni Cavadão). Seu trabalho é muito criticado por conta das letras explícitas e depreciativas, especialmente em relação às mulheres, mas o artista se defende no vídeo: “Machista é quem bota a mulher para trabalhar”. E esta é apenas uma das várias “pérolas” do documentário (“Sou um cara de muitas mulheres, mas das mesmas muitas mulheres”, “Um boquete e um copo d’água não se nega a ninguém”, “Quer romance? Compra um livro. Quer fidelidade? Compra um cachorro. Quer amor? Volta para a casa da mamãe”, dentre outras).

Polêmicas à parte, confira logo abaixo o filme 90 Dias com Catra:

Para quem quiser ver mais da rotina de shows de Catra, assista ao documentário Gostinho de Minas, produzido para mostrar os bastidores de um show do funkeiro em Belo Horizonte. Também vale conferir o programa Profissão Repórter especial sobre os bailes funk.

--
EDIÇÕES ANTERIORES DA COLUNA

Sobre o autor:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

Curta em Cena
O BALÃO VERMELHO, de Albert Lamorisse
Curta em Cena
BEAR, de Nash Edgerton
Curta em Cena
Pedaço de Papel, de Cesar Raphael