Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Cowboys que o mundo esqueceu Clube dos Cinco

por Heitor Valadão

Em vista da fraca recepção que Cowboys & Aliens tem recebido mundo afora, resolvemos organizar uma pequena lista com cinco dos cowboys que são injustamente esquecidos pelo público e critica. Você pode até pensar: "Pôxa, mas só tem filmes recentes nesta lista". Claro! Antigamente, os cowboys eram os super-heróis de hoje. Quem se esqueceria de John Wayne, Henry Fonda ou Rock Hudson?

LEIA TAMBÉM: os cinco aliens que o mundo esqueceu

Emilio Estevez como Billy the Kid, em Os Jovens Pistoleiros 

Honestamente, falar apenas de Estevez é um pouco injusto, já que todos os atores da gangue já foram um dia candidatos a astro. O carisma natural, a risada contagiante, o olhar às vezes doce, às vezes psicopata... Todos são elementos que tornam o filho mais velho de Martin Sheen, ao lado de seu irmão Charlie, o verdadeiro atrativo de Os Jovens Pistoleiros. Além disso, temos Kiefer "Jack Bauer" Sutherland como um homem sensível com aspirações a poeta. O que mais você precisa? Na época, o filme até fez bastante sucesso, especialmente para um western, gênero que andava em baixa desde meados dos anos 70, e ainda ganhou uma continuação mais popular mundo afora por contar com uma trilha sonora do então "rei do metal farofa", Jon Bon Jovi.

 

Russell Crowe como Cort, em Rápida e Mortal

O que é a fama! Assista ao trailer abaixo antes de continuar lendo. Assistiu? Percebeu que o nome de Russell Crowe sequer é mencionado? Que ele mal aparece e nem mesmo é mencionado como parte da história? Sharon Stone era a grande estrela da época, Leonardo Di Caprio já tinha uma indicação ao Oscar por Gilbert Grape - Aprendiz de Sonhador e Gene Hackman normalmente domina qualquer filme em que aparece. Inclusive foi difícil escolher entre ele e Crowe. Mas seguindo aquela teoria de que o que realmente importa é o final, quando o herói deixa de ser um personagem passivo e realmente tem que superar seus adversários, é nessa hora que finalmente é revelado ao espectador o porquê da má fama do pastor Cort, que durante todo o filme se recusa a participar do torneio de duelos. Bravo!

   

Val Kilmer como Doc Holliday, em Tombstone 

Honestamente, odeio Val Kilmer, um dos atores menos carismáticos de todos os tempos. Mas ele puxou o tapete de todo o elenco ao se tornar o melhor personagem de Tombstone, especialmente por ter pego o grande papel do filme. Doc Holliday não é apenas o alívio cômico, como também é o mais complexo, mais leal e mais engraçado cowboy que todo mundo odiaria ter como melhor amigo, como acontece com o Wyatt Earp de Kurt Russell. Para os fãs de quadrinhos, ele seria o Deadpool do velho-oeste e não seria nada difícil ver alguém como Ryan Reynolds no lugar de Kilmer caso fosse feita uma refilmagem. Vale lembrar que Dennis Quaid também encarnou o mesmo papel na biografia com Kevin Costner como o Wyatt Earp do diretor Lawrence Kasdan, um filme que se leva bem mais sério que essa aventura de George P. Cosmatos. Quaid é até melhor que Kilmer como Holliday... Mas em Tombstone ele é bem mais divertido. "I´m your huckleberry".

   

Jeff Bridges como Wild Bill Hickok, em Wild Bill

Antes de fazer história com a refilmagem de Bravura Indômita dos irmãos Coen, Jeff Bridges já tinha encarnado uma lenda do oeste neste pouco visto filme de Walter Hill. Se o ator que sempre foi queridinho da crítica só recentemente passou a chamar a atenção do público, o diretor Hill já não tem a mesma sorte. Mesmo com clássicos da geração de quem nasceu nos anos 70, como Warriors - Os Selvagens da Noite, Ruas de Fogo, Inferno Vermelho e 48 Horas, ele agora anda preso a produções menores após vários fracassos de bilheteria e de crítica seguidos, como Os Saqueadores, Geronimo - Uma Lenda Americana, Supernova, O Imbatível (que fez até sucesso em homevideo e chegou a ganhar duas continuações diretas para DVD) e, claro, Wild BillÉ interessante lembrar que Keith Carradine, que está no elenco do motivo desta lista, Cowboys & Aliens, também está em Wild Bill como Buffalo Bill Cody, e depois estaria na série Deadwood como... Wild Bill Hickok. Série esta produzida por... Walter Hill.

   

Ian McShane como Al Swearengen, em Deadwood

Tudo bem, vocês podem dizer que estamos trapaceando e que Deadwood é uma série de TV. Mas por Ian McShane, é até justo. Seu personagem, Al Swearengen, é talvez o mais filosófico e mais emblemático de todos em uma série absolutamente fenomenal. Mas McShane se destaca tanto que até mesmo Timothy Olyphant, que hoje é o cowboy herói Raylan Givens na série Justified, fica meio apagado como o xerife Seth Bullock em Deadwood. Não foi à toa que Ian McShane ganhou um Globo de Ouro e foi indicado a diversos outros prêmios pela sua interpretação. É uma pena que no cinema ele não tenha ganhado papéis mais suculentos, ficando sempre como coadjuvante ou vilão em filmes grandes, como Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas e Kung Fu PandaVídeos em homenagem a Al Swearengen são figuras fáceis no Youtube e abaixo selecionamos um com algumas das suas mais famosas tiradas.

 

Menções honrosas: Jon Voight como Joe Buck, em Perdidos na Noite
Heath Ledger como Ennis Del Mar e Jake Gyllenhaal como Jack Twist, em O Segredo de Brokeback Mountain

por Tullio Dias

Geralmente, os cowboys são retratados como sujeitos másculos, grosseiros e arrogantes. Foram poucas as exceções que mostraram um lado oculto da faceta desses homens que gostam de andar com botas de crocodilo, cintos enormes e um bom chapéu. Em Perdidos na Noite, de John Schlesinger, havia uma pequena insinuação de um desvio sexual no comportamento do personagem de Jon Voight, um ingênuo texano que tenta ganhar a vida nas ruas de Nova York.
Joe Buck (Voight) chega na cidade grande e logo causa estranheza e desperta o desprezo dos moradores da Big Apple. Abordando estranhas na rua e se julgando o verdadeiro Don Juan do Oeste, Buck percebe que a vida em Nova York não era tão fácil quanto pensava. Só mesmo um malandro como Ratso (Dustin Hoffman) para dar a devida atenção - e golpes no cowboy.
Essa relação acaba criando uma situação ambígua, onde o amor dos dois personagens pode dar margem para as mais diversas interpretações. Afinal, será que aquele estilo machão de Bucky era apenas pose para disfarçar o que sentia pelo amigo doente?
Outro filme que mostrou bem essa dualidade polêmica dos cowboys foi O Segredo de Brokeback Mountain, de Ang Lee. Na produção estrelada por Jake Gyllenhaal e Heath Ledger, dois vaqueiros vivem uma intensa história de amor, de altos e baixos, por cerca de 18 anos.
Enquanto Jack Twist (Gyllenhaal) é sensível, emotivo e se deixa levar pelo que sente, o seu companheiro Ennis del Mar (Ledger) é completamente o oposto e tenta resistir o máximo que pode até se entregar. Certamente, é o filme mais corajoso em relação aos detalhes ocultos dos cowboys.

Sobre o autor:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

Clube dos Cinco
As estreias mais aguardadas de 2013 - parte 3
Clube dos Cinco
Cinco músicas de Lou Reed usadas no cinema
Clube dos Cinco
Cinco ajudantes que não são meros coadjuvantes