Seja bem-vindx!
Acessar - Registrar

Cowboys que o mundo esqueceu Clube dos Cinco

por Heitor Valadão

Em vista da fraca recepção que Cowboys & Aliens tem recebido mundo afora, resolvemos organizar uma pequena lista com cinco dos cowboys que são injustamente esquecidos pelo público e critica. Você pode até pensar: "Pôxa, mas só tem filmes recentes nesta lista". Claro! Antigamente, os cowboys eram os super-heróis de hoje. Quem se esqueceria de John Wayne, Henry Fonda ou Rock Hudson?

LEIA TAMBÉM: os cinco aliens que o mundo esqueceu

Emilio Estevez como Billy the Kid, em Os Jovens Pistoleiros 

Honestamente, falar apenas de Estevez é um pouco injusto, já que todos os atores da gangue já foram um dia candidatos a astro. O carisma natural, a risada contagiante, o olhar às vezes doce, às vezes psicopata... Todos são elementos que tornam o filho mais velho de Martin Sheen, ao lado de seu irmão Charlie, o verdadeiro atrativo de Os Jovens Pistoleiros. Além disso, temos Kiefer "Jack Bauer" Sutherland como um homem sensível com aspirações a poeta. O que mais você precisa? Na época, o filme até fez bastante sucesso, especialmente para um western, gênero que andava em baixa desde meados dos anos 70, e ainda ganhou uma continuação mais popular mundo afora por contar com uma trilha sonora do então "rei do metal farofa", Jon Bon Jovi.

 

Russell Crowe como Cort, em Rápida e Mortal

O que é a fama! Assista ao trailer abaixo antes de continuar lendo. Assistiu? Percebeu que o nome de Russell Crowe sequer é mencionado? Que ele mal aparece e nem mesmo é mencionado como parte da história? Sharon Stone era a grande estrela da época, Leonardo Di Caprio já tinha uma indicação ao Oscar por Gilbert Grape - Aprendiz de Sonhador e Gene Hackman normalmente domina qualquer filme em que aparece. Inclusive foi difícil escolher entre ele e Crowe. Mas seguindo aquela teoria de que o que realmente importa é o final, quando o herói deixa de ser um personagem passivo e realmente tem que superar seus adversários, é nessa hora que finalmente é revelado ao espectador o porquê da má fama do pastor Cort, que durante todo o filme se recusa a participar do torneio de duelos. Bravo!

   

Val Kilmer como Doc Holliday, em Tombstone 

Honestamente, odeio Val Kilmer, um dos atores menos carismáticos de todos os tempos. Mas ele puxou o tapete de todo o elenco ao se tornar o melhor personagem de Tombstone, especialmente por ter pego o grande papel do filme. Doc Holliday não é apenas o alívio cômico, como também é o mais complexo, mais leal e mais engraçado cowboy que todo mundo odiaria ter como melhor amigo, como acontece com o Wyatt Earp de Kurt Russell. Para os fãs de quadrinhos, ele seria o Deadpool do velho-oeste e não seria nada difícil ver alguém como Ryan Reynolds no lugar de Kilmer caso fosse feita uma refilmagem. Vale lembrar que Dennis Quaid também encarnou o mesmo papel na biografia com Kevin Costner como o Wyatt Earp do diretor Lawrence Kasdan, um filme que se leva bem mais sério que essa aventura de George P. Cosmatos. Quaid é até melhor que Kilmer como Holliday... Mas em Tombstone ele é bem mais divertido. "I´m your huckleberry".

   

Jeff Bridges como Wild Bill Hickok, em Wild Bill

Antes de fazer história com a refilmagem de Bravura Indômita dos irmãos Coen, Jeff Bridges já tinha encarnado uma lenda do oeste neste pouco visto filme de Walter Hill. Se o ator que sempre foi queridinho da crítica só recentemente passou a chamar a atenção do público, o diretor Hill já não tem a mesma sorte. Mesmo com clássicos da geração de quem nasceu nos anos 70, como Warriors - Os Selvagens da Noite, Ruas de Fogo, Inferno Vermelho e 48 Horas, ele agora anda preso a produções menores após vários fracassos de bilheteria e de crítica seguidos, como Os Saqueadores, Geronimo - Uma Lenda Americana, Supernova, O Imbatível (que fez até sucesso em homevideo e chegou a ganhar duas continuações diretas para DVD) e, claro, Wild BillÉ interessante lembrar que Keith Carradine, que está no elenco do motivo desta lista, Cowboys & Aliens, também está em Wild Bill como Buffalo Bill Cody, e depois estaria na série Deadwood como... Wild Bill Hickok. Série esta produzida por... Walter Hill.

   

Ian McShane como Al Swearengen, em Deadwood

Tudo bem, vocês podem dizer que estamos trapaceando e que Deadwood é uma série de TV. Mas por Ian McShane, é até justo. Seu personagem, Al Swearengen, é talvez o mais filosófico e mais emblemático de todos em uma série absolutamente fenomenal. Mas McShane se destaca tanto que até mesmo Timothy Olyphant, que hoje é o cowboy herói Raylan Givens na série Justified, fica meio apagado como o xerife Seth Bullock em Deadwood. Não foi à toa que Ian McShane ganhou um Globo de Ouro e foi indicado a diversos outros prêmios pela sua interpretação. É uma pena que no cinema ele não tenha ganhado papéis mais suculentos, ficando sempre como coadjuvante ou vilão em filmes grandes, como Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas e Kung Fu PandaVídeos em homenagem a Al Swearengen são figuras fáceis no Youtube e abaixo selecionamos um com algumas das suas mais famosas tiradas.

 

Menções honrosas: Jon Voight como Joe Buck, em Perdidos na Noite
Heath Ledger como Ennis Del Mar e Jake Gyllenhaal como Jack Twist, em O Segredo de Brokeback Mountain

por Tullio Dias

Geralmente, os cowboys são retratados como sujeitos másculos, grosseiros e arrogantes. Foram poucas as exceções que mostraram um lado oculto da faceta desses homens que gostam de andar com botas de crocodilo, cintos enormes e um bom chapéu. Em Perdidos na Noite, de John Schlesinger, havia uma pequena insinuação de um desvio sexual no comportamento do personagem de Jon Voight, um ingênuo texano que tenta ganhar a vida nas ruas de Nova York.
Joe Buck (Voight) chega na cidade grande e logo causa estranheza e desperta o desprezo dos moradores da Big Apple. Abordando estranhas na rua e se julgando o verdadeiro Don Juan do Oeste, Buck percebe que a vida em Nova York não era tão fácil quanto pensava. Só mesmo um malandro como Ratso (Dustin Hoffman) para dar a devida atenção - e golpes no cowboy.
Essa relação acaba criando uma situação ambígua, onde o amor dos dois personagens pode dar margem para as mais diversas interpretações. Afinal, será que aquele estilo machão de Bucky era apenas pose para disfarçar o que sentia pelo amigo doente?
Outro filme que mostrou bem essa dualidade polêmica dos cowboys foi O Segredo de Brokeback Mountain, de Ang Lee. Na produção estrelada por Jake Gyllenhaal e Heath Ledger, dois vaqueiros vivem uma intensa história de amor, de altos e baixos, por cerca de 18 anos.
Enquanto Jack Twist (Gyllenhaal) é sensível, emotivo e se deixa levar pelo que sente, o seu companheiro Ennis del Mar (Ledger) é completamente o oposto e tenta resistir o máximo que pode até se entregar. Certamente, é o filme mais corajoso em relação aos detalhes ocultos dos cowboys.

Sobre o autor:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Você também pode gostar de...

Clube dos Cinco
Cinco filmes que se passam em trens
Clube dos Cinco
Cinco faroestes com personagens femininas fortes
Clube dos Cinco
As estreias mais aguardadas de 2013 - parte 3